Caminho a seguir de moinho

A mina de Round Mountain apresentou dificuldades operacionais no final de 2012. A questão da inatividade foi resultado de um inverno mais frio do que o normal e deixou muitas áreas congeladas, levando com frequência a uma condição inoperável. A equipe de operações e manutenção da mina de Round Mountain desejava melhorar isso.

Em janeiro de 2013, uma equipe interfuncional foi formada para focar na funcionalidade da mina. Era necessário melhorar o tempo de atividade da mina para garantir que as metas de produção fossem atingidas. Quando a equipe O caminho a seguir da mina (OCSU) foi criada, os problemas técnicos foram discutidos em um fórum aberto cujas ações foram acompanhadas por um facilitador de AC. A equipe focou em melhorar a sua capacitação em operar o moinho durante temperatura baixa. A equipe também analisou metodicamente muitos dos processos envolvidos no circuito geral da mina e identificou bombas, tubos, tanques, telas, válvulas e outras áreas que poderiam falhar e causar inatividade não planejada.

Contudo, depois de um ano a funcionalidade da mina melhorou significativamente em Round Mountain. A mina não passou por períodos de inatividade sob temperaturas baixas no último inverno. Porém, ocorreu ainda um período de inatividade não planejado. Esse é o desafio atual para a equipe CSL que continua a se reunir e buscar a funcionalidade ideal.

Como a segunda equipe O caminho a seguir de Round Mountain, a OCSU foi a primeira a usar o o nome Caminho a seguir agora usado para descrever equipes de vários departamentos.

A mina de Round Mountain.