Informe trimestral do CEO: resultados do 3T de 2022

Em 9 de outubro, divulgamos os nossos resultados do 3T de 2022 e gostaríamos de oferecer uma atualização.

Em geral, nossas operações aumentaram a produção e reduziram os custos relativamente ao 2T e avançamos com o nosso pipeline de projetos de desenvolvimento e exploração. No entanto, continuamos enfrentando obstáculos e, em consequência disso, ajustamos nossa orientação de produção e de despesas de capital para o restante de 2022.

Agora, prevemos produção de aproximadamente 2 milhões de onças de ouro este ano e despesas de capital de aproximadamente US$ 750 milhões. Nos custos, esperamos estar ligeiramente acima da nossa orientação revisada, de aproximadamente US$ 900 por onça de ouro. Nosso custo total deve se manter em linha com a nossa orientação revisada de cerca de US$ 1.240 por onça de ouro vendida.

As mudanças na nossa orientação em função de atrasos temporários no reforço do moinho de La Coipa e do comissionamento relacionado ao projeto Tasiast 21k, assim como pressões inflacionárias sobre todo o portfólio. Para um prazo mais longo, atualizamos a nossa previsão de produzir aproximadamente 2,1 milhões de onças de ouro atribuíveis em 2023 e 2024, respectivamente, e aproximadamente 2 milhões de onças de ouro atribuíveis em 2025.

Do ponto de vista operacional, o quarto trimestre deve ser o mais forte do ano, e estamos no rumo certo para um aumento da produção, particularmente em Tasiast e La Coipa, o que deve gerar fluxo de caixa livre. Para atingir as nossas metas, precisaremos de fortes contribuições de todas as nossas unidades.

No trimestre passado, também lançamos e aprimoramos um programa de recompra de ações. No acumulado do ano, proporcionamos retorno ao acionista de aproximadamente US$ 300 milhões em capital por meio dos programas de recompra de ações e de dividendos, e esperamos que o retorno alcance US$ 450 milhões até o fim do ano.

Resultados do Plano dos 4 pontos (4PP) no 3T

Começando com as nossas Prioridades mais altas, recentemente criamos um Fórum global de aprendizado de segurança que reforçará a nossa filosofia centrada nas pessoas e no progresso da saúde e segurança. O fórum fomentará maior proximidade com as unidades, facilitará o compartilhamento de informações e padronizará práticas eficazes de saúde e segurança. Acreditamos que essa será uma ferramenta poderosa para compartilhar lições aprendidas e implementar mudanças a passo rápido para manter a nossa equipe segura. Também estamos focados em programas específicos das unidades. Por exemplo, lançamos, há pouco tempo, um Programa de excelência em segurança em Tasiast que incorpora contexto cultural local. Nossos perfis de produção e custos têm importância crítica para o nosso sucesso, mas esses fatores são secundários frente à relevância de assegurar que os nossos funcionários voltem para casa em segurança todos os dias.

Também fizemos contribuições para avançar em nossas metas de ESG. Em reduções associadas às mudanças climáticas e emissões, concluímos uma análise de cenários relacionados ao clima e seus possíveis impactos em nossos negócios futuros, progredimos em nosso pipeline de projetos de eficiência energética e celebramos parcerias estratégicas com vários prestadores de serviços e fornecedores de tecnologia, além de empresas do setor elétrico. Nosso sólido desempenho também foi externamente reconhecido com importantes classificações e rankings de ESG, notoriamente a elevação da nossa pontuação de ESG no S&P Global no 96º percentil.

A produção foi menor que o previsto e afetou a nossa capacidade de gerar fluxo de caixa sustentável.  Estamos trabalhando com os gerentes gerais das unidades em oportunidades e desafios de fluxo de caixa e reequipando nosso foco em valor para alinhamento das nossas prioridades atuais e o ambiente macroeconômico predominante. 

Estou confiante de que podemos ter um quarto trimestre robusto, com contribuições de todas as nossas operações. A unidade de Tasiast está pronta para aumentar a produção, com maior rendimento do moinho e da recuperação, La Coipa está preparada para um grande início e atingiu produção média de 9.500 toneladas por dia em outubro e Paracatu deve ter um quarto trimestre excepcionalmente forte, pois passou para a porção de grau mais alto da jazida mineral, conforme planejado. Também prevemos custos mais baixos na medida em que a produção aumenta.

Durante o trimestre, com o nosso foco em Gerar valor futuro, continuamos a promover avanços no nosso pipeline de projetos de desenvolvimento e exploração. No projeto Great Bear, de categoria internacional, os resultados da perfuração continuam a corresponder às nossas expectativas, incluindo interceptações profundas de grau alto, e os projetos Tasiast 24k e Manh Choh tiveram forte progresso. Lobo-Marte continua sendo uma oportunidade de desenvolvimento de longo prazo, com potencial para uma produção grande, custo baixo e vida longa da mina após o fim da mineração em La Coipa.

No trimestre, concluímos o programa de otimização de Round Mountain, que contemplou a sequência do plano da mina para a Fase W e o dividiu em quatro estágios. Dado o efeito da inflação e o nosso foco em disciplina no uso de capital, geração e resiliência do fluxo de caixa, decidimos priorizar as oportunidades subterrâneas da Fase X e Gold Hill e continuar a mineração na Fase W (W1 e W2). As oportunidades de expansão da Fase W3 e da Fase S foram postergadas, e as onças de ouro associadas a elas permanecerão nas reservas, podendo ser exploradas no futuro. As duas oportunidades subterrâneas em Round Mountain – a Fase X e Gold Hill – mostram potencial de operações com margem e retorno mais altos comparativamente com a mina a céu aberto, além de maior flexibilidade e opcionalidade.

Nossas unidades continuam se beneficiando do Fundo de oportunidade de inovação para experimentar novas abordagens e tecnologias. Esperamos combinar inovação com a nossa busca de eficiência energética estudando a viabilidade de uma motoniveladora a bateria elétrica e caminhão-tanque em Round Mountain. Melhoria contínua (CI) e inovação são partes duradouras da nossa mentalidade, em um momento que aproveitamos ao máximo os recursos disponíveis para aumentar a produtividade e administrar os custos em um ambiente inflacionário.

Para concluir, quero agradecer a todos vocês por seu esforço e compromisso.

Embora tenhamos enfrentado uma série de desafios ao longo do ano, também atingimos uma série de marcos operacionais e de projetos em um ambiente difícil, e acredito que terminaremos o ano mais fortes. Combinadas, as mudanças incrementais que estamos fazendo em todas as unidades farão de nós uma empresa mais resiliente, que atinge suas metas e cumpre seus compromissos – e essas são as principais prioridades para o nosso sucesso no longo prazo.

Ao nos aproximarmos do fim de 2022, vamos manter o foco em produção forte e métricas de custos e manter esse impulso em 2023. E, o que é mais importante, continuem tomando conta de si mesmos e dos colegas e trabalhando em segurança.

PaulJ. Paul Rollinson
Presidente e CEO

Kinross anuncia programa de recompra de ações melhor
Setembro 28, 2022

Kinross anuncia programa de recompra de ações melhor

Prata: Amauri Andrade, engenheiro especialista, Paracatu
Agosto 31, 2022

Prata: Amauri Andrade, engenheiro especialista, Paracatu

Ouro: Ahlam Mohamed Lemine Chah, Engenheira de Minas, Tasiast
Agosto 31, 2022

Ouro: Ahlam Mohamed Lemine Chah, Engenheira de Minas, Tasiast