Fábula do teiú: lagarto gigante visita o departamento de RH em Paracatu

Comecei a trabalhar na Kinross Paracatu em junho de 2010 como estagiário de RH, e na época os escritórios da empresa eram rodeados por florestas. Do lado de fora da janela havia pássaros, macacos, árvores frutíferas e flores. Às vezes recebíamos a visita de algum visitante ilustre.

Um dia, um enorme lagarto se apresentou na porta aberta do térreo. Ele não tinha hora marcada. O que tinha era cerca de 80 cm de comprimento e belíssimas cores.

Havia duas pessoas no escritório na hora: eu e um colega. Nós dois saltamos em cima das cadeiras e começamos a gritar. O zelador, que estava no jardim e ouviu a comoção, veio correndo e sugeriu que tentássemos sair da sala, mas não era nada fácil com o teiú, que estava bem na porta. Ficamos estáticos em cima de nossas cadeiras, nós olhando para o teiú e ele olhando para nós. Disse a mim mesmo que teiús adultos não sobem nas coisas, e aquele teiú com certeza tinha cara de adulto.

Teiús são um dos maiores lagartos do Brasil. Podem chegar a 1,40 m de comprimento e pesar até cinco quilos. São carnívoros, e não têm fama de serem educados. Eles mordem, e chicoteiam os inimigos com a cauda. Não são nada populares com fazendeiros, pois gostam de entrar nos viveiros para comer os ovos das galinhas.

Já o nosso teiú até que parecia amigável. Na época, a Kinross Paracatu estava recrutando. Tive a impressão de que aquele teiú queria se candidatar. Afinal, a vida não é fácil para os teiús no Brasil. Eles são caçados pela pele e carne, sendo também capturados para serem vendidos como animais de estimação.

Felizmente, o teiú não ficou impressionado com a recepção que teve da equipe de RH. Ele olhou, deu a volta e se mandou.

Agora trabalho como controlador no departamento de manutenção em Paracatu. Nossos escritórios foram transferidos para outra usina vizinha. Temos saudades das mangas que cresciam bem em frente a nossas janelas e daqueles visitantes esquisitos.

A autora: Élida Ferreira, Assistente administrativa em Paracatu

Este não é o mesmo teiú que se candidatou a um cargo na Kinross, mas podia ser seu primo. Foto de Osmar Ferreira, biólogo em Paracatu

Teiú (Tupinambis teguixin). Foto tirada de  http://snakepaulo.blogspot.com.br/2011/07/teiu.html

Kinross conclui com sucesso o primeiro ano do Programa de Networking com Colegas
Junho 28, 2021

Kinross conclui com sucesso o primeiro ano do Programa de Networking com Colegas

Conheça alguns dos estagiários da “Corrida do ouro” de verão da Kinross Toronto 2021
Junho 21, 2021

Conheça alguns dos estagiários da “Corrida do ouro” de verão da Kinross Toronto 2021

Kinross Brasil organiza comemoração virtual do “Dia do Minerador”
Junho 7, 2021

Kinross Brasil organiza comemoração virtual do “Dia do Minerador”