Fase 1 da expansão de Tasiast é anunciada

A Kinross dará continuidade à Fase 1 do plano de expansão de Tasiast, que tem duas fases. A expansão aumentará a capacidade de produção, que atualmente é de 8.000 toneladas por dia (t/d), para 12.000 t/d.

“Trata-se de uma notícia muito empolgante, fruto do trabalho árduo e da determinação de muitas pessoas atuando juntas na empresa inteira”, afirma J. Paul Rollinson, Presidente e CEO. “Essa abordagem de duas fases permitirá que a Kinross transforme Tasiast em uma operação de baixo custo com fluxo de caixa positivo no curto prazo e preservará o importante potencial de crescimento da operação.”

A Fase 1 deve tornar Tasiast uma operação com geração de fluxo de caixa por meio do aumento significativo da produção anual e da redução do custo de venda previsto para a produção.

“A Fase 1, que deve atingir plena produção até o final do primeiro trimestre de 2018, exigirá um investimento inicial de aproximadamente US$ 300 milhões, financiado com capital próprio da empresa”, diz Paul Rollinson.

Os resultados dos estudos preliminares de viabilidade das duas fases do plano de expansão também foram divulgados e acrescentariam capacidade de produção adicional de 18.000 t/d, totalizando 30.000 t/d. A expansão deve transformar Tasiast na maior operação da Kinross e também na de menor custo.

Prevê-se que as despesas de capital das Fases 1 e 2 totalizem US$ 920 milhões, com importante redução em relação à expansão de 38.000 t/d proposta anteriormente, que exigiria US$ 1,6 bilhão.

O estudo de viabilidade da Fase 2 terá início no segundo semestre de 2016, visando à tomada da decisão sobre prosseguir com o plano ou não até o final de 2017.

Os preparativos para as obras de construção da Fase 1 começarão imediatamente, com previsão de plena produção até o final do primeiro trimestre de 2018.