Kinross adquire projeto de alta qualidade no Extremo Oriente russo

No dia 31 de julho, a Kinross fechou um acordo para adquirir Chulbatkan, um projeto de alta qualidade voltado ao desenvolvimento de um processo de lixiviação a céu aberto, no Extremo Oriente da Rússia.

Com recursos indicados estimados em aproximadamente 4 milhões de onças de ouro e recursos inferidos estimados em 80 mil onças de ouro*, Chulbatkan tem potencial para ser uma operação de baixo custo, baixo decapeamento e alto retorno.

Com base em nossa história de 24 anos de sucesso operacional na Rússia, nossa previsão é de que a aquisição de Chulbatkan fortalecerá o perfil de produção e fluxo de caixa de longo prazo de nossa região na Rússia, uma vez que se espera que estudos e programas de exploração abrangentes ocorram dentro dos próximos três anos, com meta de um prazo de construção de dois anos. O momento está bem alinhado com os atuais planos voltados ao desenvolvimento de projetos e às prioridades de capital da Kinross, complementando perfeitamente as operações em Kupol e Dvoinoye, bem como os programas de exploração existentes.

A Kinross concordou em comprar Chulbatkan por USD 283 milhões, sendo USD 113 milhões em dinheiro e USD 170 milhões em ações da Kinross, preservando assim nossa forte posição de liquidez.

“Chulbatkan é um projeto de desenvolvimento instigante e de alta qualidade, com potencial lucrativo significativo, localizado em um país onde temos obtido vasta experiência e sucesso, e onde mantemos uma vantagem operacional de cunho estratégico e competitivo”, disse J. Paul Rollinson, Presidente e CEO. “Essa aquisição é excelente para a Kinross, uma vez que nos permite fazer uso de nossa perícia como operadora de classe mundial em matéria de lixiviação em climas frios.”

O depósito apresenta mineralização altamente contínua longitudinalmente e em profundidade, com potencial para estruturas adicionais de alto teor no interior do recurso. Há vários alvos-satélite promissores no âmbito da licença de aproximadamente 120 km², que permanece subexplorada.

Espera-se que a transação seja concluída no início de 2020. Para obter mais informações consulte o nosso comunicado à imprensa e apresentação para investidores.

* A estimativa de recursos minerais é classificada de acordo com as “Normas de definição do CIM para recursos e reservas minerais”, do Instituto Canadense de Mineração, Metalurgia e Petróleo, incorporadas por referência às “Normas de divulgação de projetos minerais” do Instrumento Nacional 43-101. A estimativa de recursos minerais baseia-se em um modelo de bloco interno e presumiu uma cava limitada, trabalhando com a cotação do ouro de USD 1.400 por onça e um grau de corte de 0,35 g/t.

Cava experimental em Chulbatkan. 

Pilha de rejeitos e ADR em escala experimental.