Kinross prossegue com projeto de reinício de La Coipa

No dia 12 de fevereiro, anunciamos que daremos prosseguimento ao projeto Reinício de La Coipa, para a mineração do depósito de fase 7 na região do Atacama, no Chile.

“Estamos empolgados para prosseguir com esse projeto, que tem forte base econômica e agrega ao nosso perfil de produção, além de oferecer a opção de continuarmos estudando oportunidades na área,” disse J. Paul Rollinson, Presidente e CEO.

De 2022 a 2024, o projeto deve produzir aproximadamente 690.000 onças de ouro. Os custos de capital iniciais são estimados em US$ 225 milhões, com o início do pré-decapeamento previsto para o fim de 2020 e o da produção, para o primeiro trimestre de 2022. O plano do projeto inclui a reforma da usina de processo atual, do acampamento e de outras partes da infraestrutura da área, além da frota da mina da nossa operação em Maricunga. Todos as principais licenças para a continuidade da fase 7 de La Coipa já foram obtidas.

“A Kinross tem presença no Chile há 20 anos, e a reabertura de La Coipa renova o compromisso da empresa com o desenvolvimento sustentável da mineração na revisão do Atacama”, disse Rolando Cubillos, Vice-presidente de Operações, Chile. “Queremos garantir que esse projeto contribua para o desenvolvimento da região, com a oferta de bons empregos, a formação de laços sólidos com as comunidades e a continuidade dos nossos programas de gestão ambiental responsável.”

Continuamos a explorar a área visando à possível incorporação de depósitos adjacentes às reservas minerais e recursos existentes ao plano da mina de La Coipa com o objetivo de ampliar a vida da mina. O pré-estudo de viabilidade em Lobo-Marte segue conforme planejado e deve ser concluído em meados de 2020. 

O depósito de fase 7 de La Coipa
Infraestrutura atual no depósito de fase 7 de La Coipa
“Mirador Fase-7” ou “La Coipa Fase 7” no local