Melhor história de mineração: uma “mensagem de segurança” de Tasiast

Mohamed Salem Soueilem, Superintendente de Segurança, Tasiast, conta uma história que nos faz lembrar por que seguir regras e procedimentos de segurança é tão importante. Antes de começar a trabalhar em Tasiast, em 2011, Mohamed era executivo de segurança de uma empresa que prestava serviços de perfuração na mina. Ele reflete sobre algo que lhe aconteceu nesse período:

“Na época, eu fazia verificações de segurança de rotina nas perfurações. Voltando para casa de carro em uma noite com ventos muito fortes, deparei-me com uma placa “Pare” em um cruzamento. Olhei rapidamente para a esquerda e para a direita, parei completamente e me preparei para seguir viagem.

Uma fração de segundo antes de pisar no acelerador, um enorme caminhão de reboque atravessou o cruzamento a toda a velocidade.

O veículo já estava longe e eu ainda não me movia. Uma sensação que oscilava entre o medo e a perplexidade me paralisou. Tive medo só de pensar no que poderia ter acontecido se eu tivesse acelerado sem pensar duas vezes ou se, em vez de parar completamente, tivesse só reduzido a velocidade, porque por pouco o caminhão não me pegou em cheio. E o fato é que, se tivesse pego, eu provavelmente não estaria aqui para contar a história.

Penso naquela noite com frequência. Nela, eu me dei conta de que, quando a questão é segurança, uma fração de segundo pode fazer uma grande diferença entre a vida e a morte. E, mais uma vez, percebi o quanto respeitar as leis de trânsito e dirigir com calma, em vez de sair com pressa, pode nos manter seguros.”

Mohamed Salem Soueilem, Superintendente de Segurança, Tasiast, conta uma história que nos faz lembrar por que seguir regras e procedimentos de segurança é tão importante. Antes de começar a trabalhar em Tasiast, em 2011, Mohamed era executivo de segurança de uma empresa que prestava serviços de perfuração na mina. Ele reflete sobre algo que lhe aconteceu nesse período:

“Na época, eu fazia verificações de segurança de rotina nas perfurações. Voltando para casa de carro em uma noite com ventos muito fortes, deparei-me com uma placa “Pare” em um cruzamento. Olhei rapidamente para a esquerda e para a direita, parei completamente e me preparei para seguir viagem.

Uma fração de segundo antes de pisar no acelerador, um enorme caminhão de reboque atravessou o cruzamento a toda a velocidade.

O veículo já estava longe e eu ainda não me movia. Uma sensação que oscilava entre o medo e a perplexidade me paralisou. Tive medo só de pensar no que poderia ter acontecido se eu tivesse acelerado sem pensar duas vezes ou se, em vez de parar completamente, tivesse só reduzido a velocidade, porque por pouco o caminhão não me pegou em cheio. E o fato é que, se tivesse pego, eu provavelmente não estaria aqui para contar a história.

Penso naquela noite com frequência. Nela, eu me dei conta de que, quando a questão é segurança, uma fração de segundo pode fazer uma grande diferença entre a vida e a morte. E, mais uma vez, percebi o quanto respeitar as leis de trânsito e dirigir com calma, em vez de sair com pressa, pode nos manter seguros.”

Mohamed Salem Soueilem, Safety Superintendent, Tasiast

Kinross Tasiast patrocina a 11ª Maratona Internacional de Nouadhibou
Janeiro 16, 2023

Kinross Tasiast patrocina a 11ª Maratona Internacional de Nouadhibou

Confira como as operações da Kinross em todo o mundo celebraram o “Dia rosa” pela prevenção do câncer de mama
Novembro 1, 2022

Confira como as operações da Kinross em todo o mundo celebraram o “Dia rosa” pela prevenção do câncer de mama

Kinross Tasiast amplia parceria com PNBA com novas usinas de dessalinização
Outubro 18, 2022

Kinross Tasiast amplia parceria com PNBA com novas usinas de dessalinização