Pablo Asiain, da Kinross Maricunga, recebe prestigioso prêmio chileno de segurança

Depois das fortes chuvas na região do Atacama destruírem estradas e linhas de transmissão de energia no entorno da nossa mina, Pablo Asiain, Gerente de Operações, coordenou os esforços entre a unidade e os serviços de emergência.

564 funcionários, Pablo entre eles, ficaram isolados em Maricunga por nove dias, sem conseguir voltar para Copiapó.Durante esse período difícil, Pablo atuou como ponte entre os serviços de emergência e a equipe. Ele conseguiu trabalhar com os socorristas para encontra formas de abrir novas estradas e levar as pessoas para casa depois do desastre natural.

Em reconhecimento de sua liderança na crise, Pablo receber o prestigioso prêmio Coresemin Atacama de segurança em mineração. O respeitado prêmio é concedido pelo Comitê Regional de Segurança em Mineração do Atacama, que promove a prevenção de riscos e a segurança no trabalho.

A cerimônia de premiação ocorreu no início deste mês, na 33ª edição da “Noche de la Minería” (Noite da mineração), uma grande celebração da mineração no Atacama. Este ano, o evento foi particularmente significativo ante o desastre natural que afetou a infraestrutura da região e deixou muitos desabrigados.

“Há muitas pessoas por trás deste prêmio”, disse Pablo. “Todos temos um forte compromisso com a saúde e a segurança”.

A ministra de Minas do Chile, Aurora Williams, compareceu à cerimônia de premiação e mencionou a equipe de Maricunga. “Seus integrantes demonstraram força e coragem em um momento de adversidade”, afirmou ela.


Cristhian Staeding, Diretor de Recursos Humanos, e Bruce Thiecking, Gerente Geral, com Pablo Asiain, Gerente de Operações (centro)