Paracatu expande programa de berçários de plantas comunitários

A unidade de Paracatu recentemente investiu em um programa de construção de berçários de plantas para o cultivo de sementes de árvores em comunidades rurais. A meta do projeto é promover o desenvolvimento socioeconômico de comunidades próximas à mina.

Os moradores de Paracatu dependem da gestão da terra e de fazendas produtoras de leite para obter renda. As sementes serão vendidas para membros da comunidade, incluindo a Kinross, para aumentar a renda dos produtores locais.

“É difícil gerar renda no campo.”, afirma Luciene Rodrigues de Souza Silva, presidente da Associação dos Moradores do Santa Rita, que reside na comunidade há 14 anos. “O programa nos dá a chance de lucrar mais e de investir futuramente nas nossas lavouras ou obter renda suficiente para comprar um animal”, diz ela.

A Kinross doou os berçários de plantas, sementes, suprimentos e outros materiais necessários para a criação dos berçários de plantas.

“Este programa permite que as comunidades contribuam para a formação da região, o desenvolvimento econômico de suas cidades e uma melhora geral no meio ambiente”, comenta Ana Cunha, Gerente Sênior de Comunicação e Comunidade.

Membros da comunidade receberam treinamento no plantio e gestão das sementes, além de métodos seguros de fertilização para o cultivo eficaz das sementes e o monitoramento dos berçários de plantas. 

No Santa Rita, 16 famílias já iniciaram a produção de sementes a partir dos berçários de plantas. Seu objetivo é produzir 10 mil unidades ainda este ano. 

Um dos 16 berçários de plantas, no momento em que ficou pronto

Membro da comunidade rega seus canteiros

O interior dos sacos de sementes visto de cima