Destaque de sustentabilidade: veja como a Kinross está maximizando sua estratégia de eficiência energética

Na Kinross, nos esforçamos para incorporar estratégias de eficiência energética em todos os aspectos de nossas operações e de nossos projetos, inclusive no que diz respeito ao planejamento de minas, transporte, metalurgia, consumo de eletricidade, gestão de combustível e geração de energia. No momento, estamos incorporando esses princípios para reduzir o consumo de energia e as emissões de GEE em nossa expansão Tasiast 24K e em nossos projetos de Lobo-Marte e Chulbatkan.

Introduzimos um programa de gestão de combustível em toda a Empresa para melhorar a eficiência de combustível, bem como para reduzir custos e emissões. O programa atribuiu um coordenador de gestão de combustível a cada uma das unidades. Ele monitora o uso de combustíveis e se assegura de que a unidade cumpra nossas diretrizes de melhores práticas referentes à gestão de combustível e que siga o Sistema de Gestão Ambiental.

Abaixo estão alguns exemplos de iniciativas referentes à otimização de processos para reduzir o uso de combustível em nossas unidades:

  • Forte Knox: taludes otimizados nas instalações de lixiviação de Walter Creek, ampliando a superfície de lixiviação e reduzindo o consumo de energia
  • Tasiast: modificação das rotas e velocidades dos caminhões de mineração, treinamento adicional de operadores e planejamento adicional de minas para reduzir emissões através da minimização do uso das frotas de equipamento pesado
  • Chirano: instalação de posto de abastecimento subterrâneo, reduzindo a necessidade de deslocamento até a superfície para reabastecer
  • Paracatu: manteve o rendimento do moinho durante a otimização de processos, para desligar um dos circuitos do moinho de bolas, resultando em redução do consumo de energia como parte do programa PTU950

Além disso, em 2018, a Kinross adquiriu duas usinas hidrelétricas em Goiás. Juntas, elas abastecem 70% da energia necessária em Paracatu. As usinas proporcionaram reduções significativas em nossa intensidade total de emissões de GEE (passamos de 6,1 Kg de CO2 em 2017 para 3,8 em 2019). Continuamos a avaliar oportunidades que agreguem energias renováveis a unidades de todas as nossas operações globais.

Para saber mais sobre o compromisso da Kinross com a energia sustentável, veja a página 47 de nosso Relatório de Sustentabilidade 2019 ou visite nossa seção sobre energia e mudanças climáticas na Kinross.com.