Tasiast organiza o segundo seminário “Como ajudar bebês a respirar”

A Organização Mundial da Saúde estima que 1 milhão de bebês morrem de asfixia no nascimento a cada ano, o que torna os primeiros momentos de vida absolutamente cruciais.

É por isso que a Kinross Tasiast deu continuidade a seu trabalho com a Project C.U.R.E., organizando um segundo seminário de treinamento do programa Helping Babies Breath (Como ajudar bebês a respirar) na Mauritânia. O mais recente seminário, realizado em Nouakchott no início de novembro, treinou 24 enfermeiros e parteiras de 12 regiões da Mauritânia.

Os profissionais de saúde aprenderam técnicas de ressuscitação necessárias para salvar a vida de bebês nos primeiros minutos após o nascimento e receberam equipamentos médicos para colocar essas habilidades em prática e contribuir para a redução das taxas de mortalidade infantil.

“Esse programa é um testemunho participação da Kinross Tasiast na promoção de mudanças positivas por meio da responsabilidade corporativa, apoiando não só comunidades locais, mas também investindo nacionalmente, sobretudo em programas de saúde”, disse Hapsatou Bal, Coordenador de Relações Comunitárias, Tasiast. “Estamos tremendamente orgulhosos por contribuir com a saúde geral da comunidade.”

Profissionais de saúde participaram do painel do seminário de treinamento

Profissional de saúde ensina técnicas para salvar recém-nascidos da asfixia a enfermeiros e parteiras

Enfermeira demonstra uma das técnicas para ajudar bebês a respirar ao nascer

Testando as habilidades! Enfermeiros e parteiras praticam a aplicação das técnicas que aprenderam no seminário