Informe trimestral do CEO: Resultados do T2 de 2020

Divulgamos hoje nossos resultados do T2 de 2020. Este foi o primeiro trimestre completo com impacto da COVID-19 e, embora certamente tenha sido um semestre desafiador, obtivemos resultados operacionais e de segurança sólidos.

Do ponto de vista operacional, conseguimos mitigar com sucesso os impactos da pandemia em nosso portfólio nos últimos seis meses, mas isso não significa que não tenhamos sido afetados. As demandas associadas às medidas preventivas necessárias que implementamos em todas as unidades, ao lado de restrições obrigatórias às viagens, resultaram em mais desafios e em rotações mais longas do que o previsto para nossas equipes das unidades. Essas circunstâncias extraordinárias representaram grandes pressões diárias, mas nossa equipe continuou demonstrando desempenho superior.

Quero agradecer mais uma vez a todos vocês pelos esforços empreendidos durante o enfrentamento da pandemia, ao trabalharem em segurança e com eficácia para proteger-se mutuamente e também nossa empresa. Também quero reiterar que nada é mais importante do que a segurança. Proteger nossos funcionários, suas famílias e as comunidades foi e continua sendo o nosso foco. Essa é uma prioridade que vocês adotaram com resultados notáveis, apesar das dificuldades que esse “novo normal” nos apresenta.

A Kinross teve um segundo trimestre sólido, pois geramos um robusto fluxo de caixa livre, mais do que dobramos os lucros na comparação ano a ano e continuamos fortalecendo nosso balanço patrimonial com grau de investimento. Embora ainda seja difícil prever os impactos futuros da pandemia, estamos caminhando em direção ao cumprimento de nosso modelo público original para o ano, em matéria de produção e custos, que prudentemente havíamos retirado no início da crise.

Abaixo estão alguns dos principais destaques do segundo trimestre:

Prioridades mais altas

  • Continuamos a priorizar a saúde e segurança, e trabalhamos para fazer frente aos riscos associados à COVID-19, administrando-os por meio de nossos planos de resposta. Nossas taxas de segurança gerais também se mantiveram altas, apesar das demandas associadas ao enfrentamento dos impactos da pandemia.
  • Também continuamos a apoiar as comunidades que nos recebem, com esforços de mitigação da COVID-19 por meio de várias iniciativas com foco em saúde e segurança, assistência econômica e ajuda a grupos mais vulneráveis.
  • Em meados de maio, lançamos o programa Patronos do Combate à COVID-19, iniciativa global em homenagem a funcionários de nossas operações globais que vêm fazendo a diferença durante a pandemia. Reconhecemos alguns funcionários que superaram as expectativas, contribuindo positivamente nas áreas de saúde e segurança, inovação, apoio à comunidade e elevação do moral das equipes.
  • Em Paracatu, registramos o impressionante marco de 10 milhões de horas sem acidentes com afastamento na equipe de construção de instalações de resíduos.
  • A questão da Inclusão e Diversidade (I&D) foi abordada de maneira bem focalizada nos últimos meses, particularmente no que diz respeito ao racismo contra negros.  No contexto de nosso compromisso com a I&D, a Kinross assinou, em 20 de julho, o BlackNorth Pledge (Compromisso BlackNorth), em que a empresa se compromete a adotar medidas significativas para fazer frente ao racismo em suas iniciativas de I&D.
  • Nosso Relatório de responsabilidade será publicado em breve, documentando os avanços de nosso compromisso com a mineração responsável nos últimos dois anos.

Fluxo de caixa sustentável

  • Destaques operacionais: Produzimos 571.978 onças de ouro, pois as operações de nosso portfólio tiveram bom desempenho, com três delas – Paracatu, Kupol e Tasiast –representando 63% da produção total e nossos menores custos.
  • Desempenho financeiro: O custo das vendas foi de US$ 725 por onça vendida; e custo total por onça produzida, de US$ 984 por onça vendida — ambos dentro da faixa de nossa orientação anual original. 
  • O fluxo de caixa operacional ajustado foi de U$ 417 milhões no trimestre, com um crescimento significativo de 45% em relação ao T2 de 2019, e um fluxo de caixa livre bastante forte no trimestre.
  • O lucro líquido ajustado do trimestre mais do que dobrou em relação ao T2 de 2019, totalizando US$ 194 milhões, ou US$ 0,15 por ação.
  • Nossas margens expandiram-se em 53% em relação ao ano passado, superando o aumento médio do preço do ouro.
  • Seguimos melhorando nosso balanço patrimonial com grau de investimento, e aumentamos nossa posição de caixa para mais de US$ 1,5 bilhão, encerrando trimestre com liquidez total de US$ 2,3 bilhões.

Agregação de valor futuro

  • Em Tasiast, o projeto 24k continuou avançando, e se mantém no prazo.  Em 15 de junho de 2020, anunciamos um acordo com o governo da Mauritânia que fortalece nossa parceria e aumenta a estabilidade do sucesso em longo prazo de Tasiast.
  • O projeto Fort Knox Gilmore continua avançando dentro do prazo e do orçamento, estando, agora, 80% completo.
  • Em Chulbatkan, aproximadamente 35.500 metros de perfuração estavam concluídos no final do segundo trimestre, com resultados animadores. Os programas de 2020 se mantêm no caminho certo para conclusão até o fim do ano.
  • O projeto La Coipa Restart está se intensificando, com equipes de minas em mobilização e reconstruções de frotas em preparação para o pré-decapeamento, que, agora, está previsto para começar no início de 2021. A primeira produção deve ocorrer em meados de 2022.
  • Os resultados do estudo de pré-viabilidade (PFS) de Lobo-Marte foram anunciados em 15 de julho, acrescentando um significativo volume de 6,4 milhões de onças de ouro a nossas estimativas de reserva mineral e nos proporcionando uma excelente opção de desenvolvimento orgânico em longo prazo que está alavancada em relação ao preço do ouro. A estimativa do PFS inclui uma produção da vida total da mina de aproximadamente 4,5 milhões onças de ouro durante a vida da mina de 15 anos, sendo que a produção deve se iniciar após o encerramento das atividades de mineração em La Coipa. Pretendemos iniciar ainda este ano um estudo de viabilidade, com conclusão prevista para o T4 de 2021. 
  • A exploração avançou bem durante o primeiro semestre, e mantivemos o foco em metas promissoras em torno das operações atuais. Tanto Kupol quanto Chirano apresentaram resultados positivos, e continuamos objetivando extensões de vida das minas de vários anos e acréscimos às nossas estimativas de reserva mineral e recursos.  A Fase X de Round Mountain e o Projeto Curlew Basin, próximo do moinho de Kettle River, tiveram resultados estimulantes.

Melhoria Contínua e Inovação

  • O Innovation Opportunity Fund financiou cinco projetos em 2020, alocando com sucesso seu orçamento em várias iniciativas promissoras que representam todas as regiões onde atuamos.  
  • Nossas operações continuaram recebendo Iniciativas de Melhoria contínua (CI) significativas, e tem sido ótimo ver novas ideias aumentando a produtividade e reduzindo custos aqui na Kinross.

No último trimestre, lembrei a todos vocês que se mantivessem vigilantes e atentos à saúde e segurança. Hoje, reitero essa mensagem. Ainda que, até o momento, tenhamos conseguido administrar os riscos associados à pandemia, todos temos que continuar fazendo nossa parte para manter todos seguros — nós mesmos e os outros — neste momento em que entramos no segundo semestre.

Fizemos um ótimo trabalho enfrentando os desafios do primeiro semestre e estamos bem posicionados para o futuro.

Obrigado por seus esforços e pelo compromisso com nossas metas comuns.

Paul

J. Paul Rollinson
Presidente e CEO
Kinross Gold Corporation